Durante os primeiros seis meses deste ano 291 registros de informações foram expostos a cada segundo em todo o mundo. Violações a base de dados, ataques de hackers e vazamentos de redes sociais foram as causas desses violamentos. Entenda mais!


A Germalto divulgou no último dia 09/10 um Índice de Violação. Segundo o relatório, no primeiro semestre de 2018 ocorreram 945 violações de dados que comprometeram 4,5 bilhões de registros, 25 milhões a cada dia. Essas informações vão desde dados médicos, números e senhas de cartões de crédito até números de documentos de identidade.

 

Aumento de 133%

Em relação aos seis primeiros meses de 2017, houve um aumento de 133% no total de dados perdidos, roubados e expostos. O relatório também aponta que esse número poderia ser ainda maior, já que a quantidade de dados expostos não foi contabilizada em 20% das violações a grandes bases. Seis vazamentos ou exposições dos estoques de informações dessas plataformas foram responsáveis por 56% do total de registros violados, o que equivale a 2,52 bilhões de dados pessoais. A maior parte disso foi extraída do Facebook que é atualmente a maior rede social do mundo.

De acordo com a Germalto, a revelação feita pelo Facebook quase passou despercebida, mas foi o maior desses acidentes. A rede social enfrentou um escândalo de vazamento de informações pessoais promovido pela Cambridge Analytica.

 

Cambridge e Facebook

O diretor técnico do Facebook, Mike Schroepfer, afirmou que praticamente todos os 2,13 bilhões de pessoas com perfil no site podem ter tido algum dado capturado por terceiros. A firma de análise política burlou as regras da rede social e surrupiou informações de 87 milhões de pessoas.

A descoberta foi feita enquanto o Facebook investigava como a Cambridge Analytica exportou dados dos usuários e os utilizou em campanhas políticas para Donald Trump. Schroepfer conta que os golpistas usavam as ferramentas de busca para coletar informações pessoais massivamente. Esses desenvolvedores precisavam apenas de números de telefone e endereço de e-mail dos usuários para localizar seus perfis públicos. Depois disso, conseguiam automatizar o processo para retirar o que quisessem ‘raspando’ o conteúdo exibido na página. “Dada a escala e sofisticação da atividade que vimos, nós acreditamos que a maioria das pessoas no Facebook (2,13 bilhões) podem ter tido seu perfil público ‘raspado’ dessa forma”, afirma Schroepfer.

O Facebook criou regras bem restritivas para que desenvolvedores terceiros possam usar sua plataforma.

 

Twitter e governo da Índia também foram afetados

Em maio, uma falha nos códigos da rede social forçou o Twitter a pedir que mais de 330 milhões de usuários alterassem a senha. Isso aconteceu porque suas credenciais de acesso ao site foram expostas. Uma investigação interna detectou que os hackers não chegaram a ter acesso as senhas.

Já na Índia, um vazamento de dados afetou uma base governamental no primeiro semestre desse ano. Em janeiro, um serviço anônimo começou a vender na internet o acesso às informações pessoais de indianos. 1,2 bilhão de pessoas tiveram seus dados utilizados e a base custava apenas 500 rúpias, o equivalente a R$ 25,00. As ofertas davam acesso ao número Aadhaar, uma espécie de código de identificação de cada cidadão indiano. Com essa numeração era possível acessar nome, endereço, foto, telefone e e-mail de todo indiano registrado. Por mais 300 rúpias (R$ 15,00), os criminosos ofereciam um software usado para criar documentos impressos. No ar desde 2013, o Índice de Violação da Germalto mostra o volume das informações vazadas, o tipo de dados, de onde foram extraídos, como foram usados e também qual seu grau de gravidade. Facebook, Twitter e o governo da Índia receberam grau 10 de risco.

 


Mantenha-se protegido com a EW Info! Venha falar conosco! Estamos há mais de 15 anos no mercado sempre preparados para atender nossos clientes. Continue acompanhando a nossa página!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

Tecnologia # , , , ,
Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias recentes

Inscreva-se e receba novidades e soluções
de redes ou sistema para sua empresa

Soluções

Entre em contato com a EW Info

[recaptcha theme:dark]