15/09/19 Segurança de Redes # , , , ,

Os ciberataques têm aumentado cada vez mais. Investir na segurança digital é fundamental!


Como acontece?

Crimes cometidos nos meios virtuais têm se tornado cada vez mais comuns. No ano passado, segundo informações do dfndr lab (laboratório especializado em cibersegurança da PSafe), foram detectados 120,7 milhões de ataques cibernéticos só no primeiro semestre de 2018.

Dfndr Lab

O ciberataque é uma das formas de hackers, por exemplo, utilizarem métodos para se infiltrarem em computadores e conseguirem informações importantes. Isso acontece através de pequenas falhas na segurança. Quando o computador não possui proteção suficiente, os hackers aproveitam essa situação para espalhar vírus. Esses vírus podem ser enviados em links ou anexos por e-mail, download e até pop-ups de sites.

Quando se clica em algum desses arquivos, o computador é infectado por um software malicioso. A partir daí, as invasões acontecem.

Quais os riscos para a sua empresa?

São muitos os riscos de ciberataques para uma empresa. Um dos principais riscos é ter os dados da empresa hackeados. Há alguns ataques comuns como a utilização de ransomwares, que podem bloquear ou criptografar os dados nos computadores da empresa. Para devolver, os criminosos exigem um valor alto de dinheiro.

Uma outra possibilidade é que programadores maliciosos invadam o sistema para roubar informações importantes do seu negócio, podendo até mesmo fazer transferências bancárias.

Estes são apenas alguns dos exemplos que podem acontecer com a sua empresa. Fique atento!

Como se proteger?

Manter a segurança virtual é muito importante para evitar que o seu negócio se torne vulnerável ao ataque dos hackers. Antes de tudo, é fundamental ter um bom sistema de proteção que cubra todas as suas necessidades. O sistema de proteção deve garantir o funcionamento da sua empresa sem que haja problema caso ocorra algum ataque virtual.

É importante também que você identifique os principais alvos da empresa, como dados, arquivos confidenciais, senhas, entre outros. Quando você identifica com antecedência, é possível fazer um planejamento de proteção e backups caso os principais alvos sejam deletados ou removidos. Armazenar os arquivos na nuvem também é uma boa opção.

Além de tudo isso, conscientize a sua equipe para que todos saibam utilizar a rede da empresa de forma segura.

A EW Info possui serviços em antivírus e segurança da informação. Nossa equipe está preparada para proteger o seu negócio!

E se você gosta de nossos artigos, continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
07/09/19 Segurança de Redes # , , , , , ,

A falha torna o computador vulnerável e permite que hackers acessem remotamente as ações do browser


Como aconteceu?

Uma falha grave de segurança foi encontrada pelo Google na edição de desktop do Google Chrome. Essa vulnerabilidade permite que hackers iniciem ataques remotos ao computador.  A falha reside no Blink, um motor de renderização de páginas do Chrome, e que pode ser ativada a partir da criação de sites maliciosos. Ou seja, se o usuário navegar ou for direcionado para algum endereço eletrônico infectado, o hacker poderá instalar malwares no computador, roubar dados e até criar contas se passando pelo administrador.

O que fazer?

Um update emergencial já foi disponibilizado pela empresa e está presente na versão 76.0.3809.132 do programa. O patch que corrige o problema está sendo liberado automaticamente, mas o ideal é que você confira se está realmente protegido.

Para verificar se o seu navegador está atualizado, é só seguir o passo a passo abaixo:

  • Vá até o menu e clique em configurações.
  • Depois, clique em “Sobre o Google Chrome”.
  • Por fim, veja se a sua versão está atualizada. Caso não esteja, atualize!

Conte com a EW Info para sua segurança! 

Segundo uma nota técnica publicada pela CIS, Center for Internet Security, os perigos da ameaça são maiores para empresas e entidades governamentais. Por isso, não coloque a segurança do seu negócio em risco! A Ew Info possui serviços em antivírus e segurança da informação.

E se você gosta de nossos artigos, continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
25/08/19 Segurança de Redes # , , , , ,

Hackers podem estar ouvindo suas conversas, tendo acesso aos seus arquivos ou instalando malware em seu dispositivo agora mesmo!


Falha encontrada em dispositivo Bluetooth

Foi realizada uma pesquisa na Universidade de Tecnologia e Design de Cingapura, em parceira com a Universidade de Oxford e o Centro de Segurança da Informação de Helmholtz e a descoberta foi que a falha está presente nos próprios chips Bluetooth de três das maiores produtoras globais nesse ramo, ou seja, na Broadcom, Intel e na Apple!

Essa falha foi descoberta no final do ano passado e já compartilhada com os fabricantes, então é possível que a maioria já tenha feito atualizações resolvendo a brecha de segurança em seus dispositivos. Foi batizado de KNOB, sigla em inglês referente a Negociação de Chaves Bluetooth.

Como acontece a invasão

A partir do dispositivo Bluetooth, o hacker engana o sistema de autenticação da tecnologia para que ela use um sistema de autenticação com brechas que permitem o ataque. Assim, o hacker é capaz de obter senhas e instalar uma conexão autorizada com o aparelho rapidamente.

Porém, os estudos mostram que para ser possível o ataque é necessário que ele seja direcionado e haja aproximação entre o atacante e a vítima, de forma a limitar e dificultar o processo.

O que os hackers querem com isso?

O objetivo de atacar os dispositivos e dessa forma ter acesso a chamadas de áudio, dados enviados e recebidos através da conexão sem fio e até enviar malwares, é que esse último é capaz de roubar dados pessoais, bancários, exibir anúncios e inclusive, minerar criptomoedas.

Dessa forma, a recomendação é a de sempre: se mantenha atualizado! E se não vai usar o Bluetooth, prefira deixar a função desligada. Nunca se sabe quando vão tentar achar seu dispositivo, não é mesmo?

E se gosta de nossos artigos e quer ficar por dentro dos maiores perigos da internet, continue nos acompanhando! Além disso, faça uma cotação dos nossos serviços! Estamos há anos no mercado oferecendo o que tem de melhor em segurança!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
13/08/19 Segurança de Redes # , , , , , , ,

Os criminosos estão infectando os celulares e pedindo recompensas em bitcoin para devolver o acesso das vítimas aos aparelhos


Fique atento às suas mensagens SMS

Na última semana cibercriminosos enviaram links maliciosos para celulares Androids por SMS a fim de afetar os receptores com ransomware. As mensagens também estavam em fóruns online e convidavam os usuários a instalar um jogo de simulação sexual.

Ao ser executado, porém, o conteúdo ativa o “Filecoder.C” e permite comunicações de comando e controle, além de implementar conteúdos de criptografia. Além disso, o ransomware acessa a lista de contatos da vítima e envia links maliciosos via SMS.

Essas mensagens possuem o nome do destinatário e avisam que suas fotos estão sendo usadas no suposto jogo de simulação de acordo com o idioma do celular infectado. O aplicativo tem a capacidade de conversar em 42 idiomas.

O que eles ganham com isso?

Ao enviar as mensagens, o Filecoder impede que a vítima acesse arquivos armazenados no dispositivo e tem tudo criptografado pelo vírus. Para liberar o aparelho, o Filecoder envia uma nota pedindo uma quantia em bitcoins e, caso isso não aconteça em até 72 horas, os arquivos serão perdidos.

Porém, especialistas constam que não há nada que comprove a exclusão dos dados após esse prazo. A ESET (Empresa de segurança digital para empresas) diz que os arquivos encriptados podem ser recuperados sem o pagamento, basta apagar o arquivo ou esperar o prazo dado pelos criminosos se esgotar.

Você pode evitar o transtorno

Jamais clique em links sem saber a procedência ou com conteúdo não confiável e sempre faça uma varredura de antivírus em seu celular.

Se você quer se manter atualizado, continue acompanhando nossos artigos!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
02/08/19 Serviços em TI , Suporte Redes # , , , , , , , , ,

Minecraft, GTA e The Sims são alguns dos videojogos online que estão sendo utilizados para propagar malware. Fique sempre atento!


Por que isso acontece?

O mercado de games é um dos mais promissores do mundo. Em 2018, o Brasil já possuía o terceiro maior mercado de jogadores, resultando em mais de 60 milhões de pessoas, segundo organizador da BGS. Com esse número é possível presumir o potencial de crescimento do mercado de games e os hackers perceberam esses números também.

Além disso, a maioria dos videojogos atualmente está disponível em plataformas digitais que não são capazes de identificar se o arquivo de jogo é legítimo ou possui algum malware disfarçado, facilitando o ataque de hackers.

Sem falar que, por se tratar de uma área de entretenimento, as pessoas costumam estar menos alertas quanto a esse tipo de ataque, pois estão mais relaxadas, em seu momento de lazer e não se preocupam tanto em tomar cuidado com os ciberataques.

Como é o ataque hacker em games

O malware é instalado numa cópia falsa de jogo online. O hacker utiliza da marca do jogo para camuflar o vírus e, ao baixar o suposto jogo, o usuário é infectado por malware. Outra forma de ataque é quando os hackers tentam persuadir as vítimas a descarregarem ficheiros maliciosos, fazendo esses ficheiros se passarem por jogos ainda em pré-lançamento.

Como evitar esse tipo de ataque

Para prevenir o ataque de malware é recomendado dar preferência para páginas e conteúdos originais, evitar plataformas que não são de confiança ou pareçam ter conteúdo suspeito, além de sempre regular os dispositivos que utilizam para jogar e instalar dispositivos de segurança.

A EW Info está há anos no mercado oferecendo o melhor serviço em segurança da informação para que você possa ter uma navegação segura! Entre em contato para saber mais sobre os nossos serviços!

E se você gosta de nossos artigos, continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
19/07/19 Novidades , Serviços em TI , Suporte Redes # , , , , , ,

Algumas indicações feitas por pesquisadores para proteger empresas são ignoradas por CEOs e podem colocar o negócio em risco


Por que as empresas podem estar em risco?

A empresa de segurança cibernética, RedSeal, levantou uma pesquisa com CEOs e outros executivos em conjunto com profissionais da TI e descobriu que os funcionários de cargos altos de empresas negligenciam e/ou não tem conhecimento em segurança cibernética e acabam facilitando ataques e roubos de dados.

Além disso, a pesquisa revela que os planos de cibersegurança feitos pelos profissionais da informática das empresas são eficazes, porém, 54% desses profissionais acreditam que os CEOs ignoram esses planos. Assim, por não entenderem a importância da segurança cibernética, esses executivos acabam “abrindo portas” para hackers e ataques cibernéticos sem saber.

Medidas de cibersegurança para empresas

Veja algumas ações que você pode adotar agora para assegurar a cibersegurança da sua empresa de maneira simples e que farão toda a diferença:

– Backup frequente;

– Investir em um bom antivírus;

– Fazer um plano de respostas a incidentes;

– Ter assinatura digital;

– Criptografia.

Lembre-se de que se precaver e manter sistemas e softwares atualizados são sempre as melhores opções para evitar ciberataques e que o Brasil é o país que mais recebe ciberataques no geral!

Confie em quem entende do assunto!

Não deixe sua empresa vulnerável por mero descuido. Os ataques de hackers são extremamente comuns atualmente e, por isso, é necessário adotar medidas preventivas para dificultar o acesso dos criminosos à sua empresa!

Na EW Info, possuímos vários pacotes de atualização, proteção e segurança para você! Entre em contato para saber como manter-se conectado sem preocupações.

Gosta de nossos artigos? Então continue acompanhando! Na era da tecnologia, não dá para ficar desatualizado!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
05/07/19 Segurança de Redes # , , , , , , ,

Informações de 23 arquivos foram coletados pelo hacker, além de acessar duas das três redes principais do JBL por quase um ano


O que aconteceu

Em abril de 2018 um hacker infiltrou-se na rede de informática de centro da NASA através de uma conta de usuário com um minicomputador e ficou durante quase um ano coletando dados da organização.

O computador tinha o tamanho de um cartão de crédito, era do tipo Raspberry Pi e custava em torno de 35 dólares. A invasão durou quase um ano, sendo interrompida há pouco tempo, no dia 25 de junho.

Um relatório da auditoria da NASA revelou que mais de 500 megabytes foram copiados e 23 arquivos invadidos. Entre eles, dados confidenciais com informações obtidas pelo rover Curiosity, que está em Marte e dados da lei de controle de exportações para tecnologias que podem ser utilizadas militarmente.

Recomendações

Esse ataque aconteceu no centro da Califórnia e a NASA temeu que se estendesse para outras regiões do país. Assim, a organização suspendeu imediatamente o uso da gateway central que dava aos funcionários acesso a outros laboratórios locais, pois havia o risco do hacker obter acesso ao Sistema de controle das espaçonaves ativas atualmente.

Além disso, foi recomendado que a NASA melhorasse seu trabalho de monitoramento de rede e reforçasse sua política contra a invasão de hackers pois, no último ano, foram identificadas seis invasões, segundo O Globo Economia.

A EW Info oferece cibersegurança!

Há anos no mercado proporcionando atualizações e cibersegurança para os clientes, a EW Info é a melhor opção para você navegar com segurança. Entre em contato!

E se você gosta de nossos artigos, continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
14/06/19 Segurança de Redes # , , , , , , , , ,

Recentemente, conversas entre procuradores da Lava Jato foram hackeadas e divulgadas pelo jornal Intercept Brasil. Veja como é a falha de segurança no SS7!


Entenda o que é Signaling System nº7

O SS7, também conhecido como Signaling System 7, é um protocolo de sinalização telefônica usado pelo mundo todo, pois é um intermediário entre diferentes redes telefônicas. Criado em 1975, esse protocolo não possui proteção ou autenticação, facilitando a integração de quem quiser se conectar à rede.

Além disso, a sinalização SS7 permite que as conversas não sejam interrompidas mesmo a longas distâncias, porém, pesquisadores sempre alertaram para o risco de hackers na rede e a possibilidade de visualização da localização e intercepção às informações dos usuários, segundo o site O Analista.

Como evitar os ataques

Você pode se prevenir de ciberataques de várias formas em seu smartphone e, entre elas, está a instalação de um software de segurança que alertará qualquer movimento suspeito em seu celular.

Outra forma é fazer simples ajustes nas atualizações, além da autenticação de dois fatores para impedir acesso indevido às contas. Já a configuração de biometria impede acesso pessoalmente e fraudes no cartão SIM.

Não clicar em qualquer link suspeito também é essencial, seja de redes sociais ou SMS, pois podem direcionar para sites maliciosos que tentarão instalar malware no sistema.

Conte com a EW Info para sua maior segurança

Dessa forma, jamais deixe de atualizar seus dispositivos e lembre-se que o Brasil é o país que mais recebe ataques no geral. Os aplicativos WhatsApp e Telegram têm formas diferentes de criptografia, por isso, invista seu tempo em ler os termos de segurança, pois, a criptografia do Telegram, por exemplo, não impede a empresa de ter acesso ao conteúdo do dispositivo.

As falhas do SS7 são conhecidas há tempos, porém, seu uso por hackers para lucrar veio à tona atualmente. Proteção nunca é demais na era digital. Atualize-se e conte com a EW Info! Garantimos o melhor serviço em cibersegurança!

Gosta de nossos conteúdos? Então continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
31/05/19 Sem categoria # , , , , , , , , , , , ,

Especialistas alertam para usuários não carregarem o celular em USBs oferecidas em aeroportos, pois podem ser portas de entrada para hackers


Avistar uma estação de tomada em um aeroporto é praticamente uma miragem para quem viaja o tempo todo, não é? Mas, essa facilidade pode ter um preço alto. Cibercriminosos já perceberam a vulnerabilidade dessas entradas USB em aeroportos e estão usando esse meio para ter acesso a dados de celulares alheios, dizem especialistas.

Como acontece o ataque

O vice-presidente da X-Force Threat Intelligence, Caleb Barlow, conta que os cibercriminosos podem modificar as entradas USB afim de capturar dados dos celulares sem o conhecimento dos donos.

Além disso, o ciberataque pode acontecer de outra forma. Ao invés de modificarem a entrada USB, os cibercriminosos podem “esquecer” um cabo no aeroporto com um chip extra capaz de implantar malware no celular e, assim, terem acesso fácil ao computador do usuário.

O que fazer para evitar o ataque

A opção mais segura continua sendo levar o próprio carregador e plugar em tomada, ou ainda usar um power bank. Mas, se mesmo assim você quiser arriscar, uma alternativa é o pen drive Juice Jack Defender, que é um pequeno dispositivo colocado no cabo de carga e bloqueia a passagem de dados do celular, segundo Barlow.

A Ew Info está sempre alerta!

Uma pesquisa da IBM Security revela que o setor dos transportes é o segundo mais afetado pelos hackers e foram registrados 566 milhões de casos de dados vasados ainda em 2019. Assim, não poupe com segurança! A Ew Info está há anos no mercado com os melhores profissionais para oferecer serviço de qualidade e especializado em cibersegurança.

Gosta de nossos artigos e quer manter-se atualizado? Continue acompanhando! E lembre-se: cuidado nunca é demais, previna-se!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
Matérias recentes