09/12/19 Antivirus , Segurança de Redes # , , , ,

Veja um pouco mais sobre a lei e o que irá mudar para o cidadão e empresa.

 

O que é a Lei Geral de Proteção de Dados?

Quem nunca forneceu informações para uma empresa, não é mesmo? E de forma excessiva? Está cada vez mais comum ter que fornecer dados que são mais do que o necessário. E é por conta disso que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi criada. Ela entrará em vigor em agosto do ano que vem.

Por meio dela, as empresas deverão ter mais responsabilidade sobre a segurança de seus clientes. Além disso, o usuário terá o poder de responder ou não essas perguntas, conhecendo também as suas finalidades.

 

 O país está preparado para a lei?

É difícil responder essa pergunta, pois há os dois lados da moeda. Algumas empresas ainda não estão prontas para essa mudança, pois sentem dificuldades de entender o problema. Já outras, estão se preparando para aderir as novas regras e demandas de privacidade.

O que acontece se uma empresa descumprir a lei? Ignorar as futuras regras é estar sujeito a perder processos e pagar multas. Alguns já até preferiram antecipar a proteção de seus clientes, tendo tempo para se adaptar e se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados.

O ideal é que as empresas contratem um encarregado de proteção de dados (DPO). Profissionais de Direito e Tecnologia da Informação (TI) já até estão buscando a certificação necessária para atuar na área.

 

 E para o cidadão, o que muda?

De acordo com a norma, os dados pessoais são informações capazes de identificar alguém. E tendo isso como base, foi criada uma categoria chamada de “dado sensível”. Registros sobre origem étnica ou racial, convicções religiosas, opiniões políticas, saúde, são apenas alguns dos exemplos de informações que terão um nível maior de proteção.

Qualquer dado coletado, deverá ter sua finalidade informada. Caso o usuário aceite repassar suas informações, as empresas passam a ter o direito de utilizar os dados sempre em conformidade com a lei.

Um outro direito do cidadão é poder solicitar os dados que a empresa tem sobre ele, para quem esses dados foram repassados e até com qual finalidade.

É importante sempre se atentar para as novidades da lei, ficando por dentro do que acontece e garantindo os seus direitos.

 

E se você gosta dos nossos artigos, continue nos acompanhando!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
Matérias recentes