11/09/20 Segurança de Redes , Tecnologia # , , , , , ,

Essenciais para melhorar a experiência do usuário, os cookies agora devem estar mais evidentes

 

Afinal, o que são os cookies?

Provavelmente você já deve ter entrado em algum site e visto, logo no início, uma mensagem falando dos cookies. Mas, o que isso significa? Agora, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) prestes a entrar em vigor, isso estará ainda mais evidente para o usuário. Na informática, os cookies são uma espécie de códigos que te identificam na web.

Ou seja, ao acessar um site e aceitar tal código, essa página passa a te identificar e respeitar suas preferências, por exemplo, fazendo com que você não precise confirmar todas as vezes a sua idade sempre que visita aquela loja de bebidas alcoólicas. Há muitas outras funções, como identificar qual matéria você leu, se já assinou a newsletter, entre outras.

Os Cookies são essenciais para ajudar a tornar sua experiência online ainda melhor. Um outro ponto é que são usados também na publicidade digital. Quer saber como? Simples! Quando você pesquisa por algo específico, certamente verá banners sobre o produto procurado. As propagandas passam a ser direcionadas exatamente para a sua necessidade.

 

A regulamentação do uso de cookies

Antes, é interessante identificarmos os diferentes tipos. São eles:

  • De sessão: não coletam informações pessoais e são apagados, de forma automática, quando o usuário fecha o navegador.
  • Persistentes: utilizados para coletar as informações de identificação do usuário. São armazenados no computador até expirar ou até serem excluídos.
  • Maliciosos: é o tipo que mais incomoda os usuários, pois podem armazenar e acompanhar absolutamente toda a atividade online. Estes cookies também podem coletar dados e comercializar para outras empresas para fins publicitários.

Vale destacar que o usuário pode ou não aceitar os cookies, porém, não garante a segurança das informações. E isso também vale se você os excluir do computador, afinal, há outras formas de ser feita a monitoração de dados.

Esse é um dos motivos para a criação da Lei Geral de Proteção e Dados, a LGPD. O objetivo é regulamentar a forma como as empresas coletam dados em ambiente digital, pois antes estavam sendo pegos e utilizados sem o consentimento do usuário. Sendo assim, as empresas que utilizam cookies para reunir informações de clientes precisam se adequar à nova Lei.

A EW Info já está de acordo com a lei e seguindo todas as recomendações necessárias.

 

De olho na segurança digital

Nos tempos atuais, é muito importante agir em prol da proteção das informações, sejam elas pessoais ou empresarias. Todos estão vulneráveis à ataques cibernéticos, por isso é fundamental investir não só em segurança digital, mas também procurar se informar sobre o assunto.

Nós estamos à disposição para tirar qualquer dúvida e oferecer as melhores soluções para a sua proteção na internet!

 

E se você quer ficar sempre atualizado, inscreva-se na nossa newsletter.

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
12/06/20 Tecnologia # , , , , , ,

Cibercriminosos têm usado o saque do FGTS como isca para obter informações

Não seja uma vítima!

Os golpes virtuais têm sido uma das grandes preocupações, principalmente em momentos como esse, onde os serviços digitais estão em alta e as informações são compartilhadas a todo momento para milhares de pessoas.

Sempre alertamos os nossos usuários sobre golpes e problemas de segurança. Um dos mais recentes é o do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que está circulando no WhatsApp e roubando dados pessoais de quem utiliza o aplicativo.

Funciona assim:

-O usuário recebe uma mensagem com o link para consultar se tem direito ao saque do FGTS.

-É necessário colocar os dados pessoais.

-Além disso, é orientado compartilhar a mensagem com outras pessoas, propagando ainda mais o golpe.

Cuidado para não ser uma vítima do golpe do FGTS!

(Imagem: Reprodução/dfndr lab)

Segundo o dfndr lab, laboratório de segurança digital da PSafe, foram identificadas mais de 90 mil vítimas.

 

Como não cair?

Este tipo de roubo de dados e informações é bem comum. O importante é manter-se atento em aplicativos como o WhatsApp, um do preferidos dos criminosos. Utilize soluções de segurança no celular que disponibilizem a proteção em tempo real contra sites maliciosos, aliás, nunca forneça seus dados pessoais para sites que não são considerados confiáveis. Desconfie quando algo envolva dinheiro ou brindes!

Atenção redobrada em links compartilhados nas redes sociais, muitos deles são golpes. Para confirmar se as informações são verdadeiras, acesse fontes oficiais.

Com segurança virtual não se brinca e nós podemos te ajudar nisso! Entre em contato e conheça nossas formas proteção e soluções em rede.

 

E não se esqueça de assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
09/12/19 Antivirus , Segurança de Redes # , , , ,

Veja um pouco mais sobre a lei e o que irá mudar para o cidadão e empresa.

 

O que é a Lei Geral de Proteção de Dados?

Quem nunca forneceu informações para uma empresa, não é mesmo? E de forma excessiva? Está cada vez mais comum ter que fornecer dados que são mais do que o necessário. E é por conta disso que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi criada. Ela entrará em vigor em agosto do ano que vem.

Por meio dela, as empresas deverão ter mais responsabilidade sobre a segurança de seus clientes. Além disso, o usuário terá o poder de responder ou não essas perguntas, conhecendo também as suas finalidades.

 

 O país está preparado para a lei?

É difícil responder essa pergunta, pois há os dois lados da moeda. Algumas empresas ainda não estão prontas para essa mudança, pois sentem dificuldades de entender o problema. Já outras, estão se preparando para aderir as novas regras e demandas de privacidade.

O que acontece se uma empresa descumprir a lei? Ignorar as futuras regras é estar sujeito a perder processos e pagar multas. Alguns já até preferiram antecipar a proteção de seus clientes, tendo tempo para se adaptar e se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados.

O ideal é que as empresas contratem um encarregado de proteção de dados (DPO). Profissionais de Direito e Tecnologia da Informação (TI) já até estão buscando a certificação necessária para atuar na área.

 

 E para o cidadão, o que muda?

De acordo com a norma, os dados pessoais são informações capazes de identificar alguém. E tendo isso como base, foi criada uma categoria chamada de “dado sensível”. Registros sobre origem étnica ou racial, convicções religiosas, opiniões políticas, saúde, são apenas alguns dos exemplos de informações que terão um nível maior de proteção.

Qualquer dado coletado, deverá ter sua finalidade informada. Caso o usuário aceite repassar suas informações, as empresas passam a ter o direito de utilizar os dados sempre em conformidade com a lei.

Um outro direito do cidadão é poder solicitar os dados que a empresa tem sobre ele, para quem esses dados foram repassados e até com qual finalidade.

É importante sempre se atentar para as novidades da lei, ficando por dentro do que acontece e garantindo os seus direitos.

 

E se você gosta dos nossos artigos, continue nos acompanhando!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
14/11/19 Antivirus , Segurança de Redes , Serviços em TI # , , , , ,

A invasão trouxe inúmeros prejuízos e medidas de segurança precisam ser tomadas.


 

Como foi o ataque de hackers?

No dia 29 de outubro, a prefeitura da cidade de Barrinha (SP) decretou situação de emergência por conta de um ataque de hackers aos sistemas operacionais da administração. Todas as atividades administrativas foram suspensas.

Os prejuízos foram inúmeros, como por exemplo, o atraso do pagamento de mil funcionários públicos. Além de terem suspendido serviços do tipo contábil, financeiro, administrativo, tributário, inclusive emissões de nota fiscal eletrônica, certidões e alvarás.

Os hackers criptografaram dados administrativos, financeiros e contábeis. Na mensagem deixada em inglês, eles pediram um resgate em bitcoins.  O caso foi levado ao conhecimento da Polícia Civil e da Polícia Federal e será investigado como extorsão.

 

O que fazer em casos como esse?

 Este caso é um exemplo de como qualquer lugar está exposto aos ataques de hackers. A segurança não deve ser pensada depois de uma invasão, mas sim, antes!

Segundo informações, a prefeitura deve contratar uma empresa especializada na recuperação dos dados criptografados e em medidas de segurança para os dados digitais. Além disso, foi ordenada a implantação de um sistema de backup diário. Ou seja, este ataque resultou em medidas que só foram tomadas depois dos prejuízos.

 

Não espere um ataque para investir em segurança!

O seu negócio pode estar em risco se você não tomar as medidas necessárias. A segurança digital é algo sério e que precisa ser tratado com prioridade, principalmente quando envolve dados pessoais e informações sigilosas. Os danos não serão apenas para você, mas também para outras pessoas.

Não espere um ataque para investir em segurança! Conte com a EW Info para te dar todo o suporte necessário. Temos 15 anos de experiência no mercado da informática, tendo realizado trabalhos de qualidade no Brasil e no exterior.

 

Gostou do nosso artigo? Então continue nos acompanhando para ficar por dentro das novidades!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
25/10/19 Antivirus , Segurança de Redes , Serviços em TI # , , , , ,

A ameaça tem como principal objetivo roubar dados bancários, é preciso ficar atento!


Brasil, principal alvo

O roubo de dados é algo que preocupa muitas pessoas, afinal, ninguém quer ter eventuais problemas por ter tido informações e dados roubados. De acordo com um levantamento da ESET, que é uma empresa especializada em proteção antivírus, o Brasil é o principal alvo de spywares entre os países da América Latina. O país ocupa a primeira posição, concentrando a maior distribuição de programas espiões.

O que é spyware?

Spyware é um termo em inglês que significa software espião, depois de instalado no celular ou computador sem o consentimento do usuário, o programa é capaz de monitorar as atividades online, o histórico e os dados pessoais.  Desse modo, é possível roubar senhas pessoais, informações bancárias e até de cartões de crédito.

Ainda de acordo com a pesquisa, os tipos de ameaças mais comuns são Mekotio e Amavaldo. O Mekotio se passa por uma empresa para enviar e-mail com um link malicioso para o usuário. Ao baixar o arquivo, é instalado o Trojan. Entre setembro de 2018 e setembro de 2019 o Brasil ficou em segunda posição em relação ao Mekotio, com 24%, ficando atrás apenas do Chile, 70%.

Já o Amavaldo rouba credenciais bancárias e dados financeiros, monitorando as janelas ativas no computador e para enganar a vítima ele mostra um pop-up que imita o banco. Neste caso o Brasil liderou entre os países da América Latina com 89%, no período de janeiro de 2019 a setembro de 2019.

Como se proteger de spyware?

Uma das melhores maneiras para evitar spywares é ter um bom antivírus. Mantenha-o atualizado e o recurso anti-malware ativado. Além disso, nunca clique em propagandas suspeitas ou links estranhos no e-mail. Conte com a EW Info para te ajudar na proteção! Tiramos todas as suas dúvidas e analisamos o melhor tipo de segurança para o seu computador.

 

E se gostou dos nossos artigos, continue nos acompanhando!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
14/10/19 Segurança de Redes , Serviços em TI # , , , ,

Além dos dados leiloados, hacker estaria oferecendo ferramenta de busca capaz de encontrar informações pessoais.


92 milhões de dados leiloados

A divulgação de dados é algo que preocupa muitos usuários e, neste caso mais recente, quase metade da população provavelmente teve seus dados violados. De acordo com o site Bleeping Computer, um hacker conhecido como X4Crow está promovendo um leilão que contém informações de mais de 92 milhões de brasileiros.

O documento leiloado usa um formato comum de bancos de dados e provavelmente contém informações como CPF, nome completo, data de nascimento e informações sobre pessoas jurídicas (sob o CNPJ).

Além disso, o hacker estaria oferecendo também ferramenta de busca que é capaz de encontrar outras informações pessoais.

Como se proteger para não ter dados roubados?

Hoje em dia, esse tipo de vazamento é praticamente inevitável, já que é cada vez mais comum que pessoas insiram seus dados em diversas atividades virtuais, como por exemplo, participação de sorteio, cadastro e até em estratégias de phishing, via links desconhecidos. Leia mais sobre o assunto aqui.

Mas, sempre é possível melhorar a sua segurança na internet. Veja algumas dicas:

1.Não reutilize a mesma senha

Esse é um dos maiores erros dos usuários, utilizar a mesma senha para diversas contas. Para cada conta tenha uma senha diferente, opte por escolher letras (maiúscula e minúscula) e números.

2.Desconfie de algo “free”

Você já deve ter colocado seus dados para conseguir um desconto ou participar de uma promoção para receber um brinde. Porém, muitas vezes é a sua privacidade online que está em jogo. Ou seja, quanto mais informações você precisar fornecer, maior deve ser o cuidado. Muitos dos seus dados podem ser comprados e vendidos sem o seu conhecimento ou controle.

3.Tenha cuidado ao interagir com e-mails ou mensagens desconhecidas

Os hackers encontram diversas maneiras de coletar dados e informações. Se aparecer um e-mail diferente, seja do seu banco, cartão de crédito ou até de algum conhecido, pedindo para clicar em um link ou fazer download, tome cuidado! Certifique-se que o e-mail ou a mensagem sejam verdadeiros.

4.Verifique as configurações e extensões no navegador

É preciso ficar atento nas configurações do navegador ao finalizar a instalação de um programa. Muitos sites podem deixar nos instaladores de seus aplicativos, opções que alteram a página inicial do navegador e isso pode levar a sites nocivos.

Extensões também podem ser adicionadas aos browsers sem que o usuário note.  Utilizar extensões desconhecidas também pode ser perigoso, já que elas podem requisitar permissões para acessar alguns dados.

5.Tenha a EW Info ao seu lado para te ajudar!

Escolha uma empresa como a EW Info para te ajudar na segurança virtual. Temos toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento de soluções seguras, rápidas e estáveis para as mais diversas áreas. Se você tem dúvidas de como melhorar a sua segurança virtual, fale com a gente!

 

Gostou do nosso artigo? Então continue nos acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
05/07/19 Segurança de Redes # , , , , , , ,

Informações de 23 arquivos foram coletados pelo hacker, além de acessar duas das três redes principais do JBL por quase um ano


O que aconteceu

Em abril de 2018 um hacker infiltrou-se na rede de informática de centro da NASA através de uma conta de usuário com um minicomputador e ficou durante quase um ano coletando dados da organização.

O computador tinha o tamanho de um cartão de crédito, era do tipo Raspberry Pi e custava em torno de 35 dólares. A invasão durou quase um ano, sendo interrompida há pouco tempo, no dia 25 de junho.

Um relatório da auditoria da NASA revelou que mais de 500 megabytes foram copiados e 23 arquivos invadidos. Entre eles, dados confidenciais com informações obtidas pelo rover Curiosity, que está em Marte e dados da lei de controle de exportações para tecnologias que podem ser utilizadas militarmente.

Recomendações

Esse ataque aconteceu no centro da Califórnia e a NASA temeu que se estendesse para outras regiões do país. Assim, a organização suspendeu imediatamente o uso da gateway central que dava aos funcionários acesso a outros laboratórios locais, pois havia o risco do hacker obter acesso ao Sistema de controle das espaçonaves ativas atualmente.

Além disso, foi recomendado que a NASA melhorasse seu trabalho de monitoramento de rede e reforçasse sua política contra a invasão de hackers pois, no último ano, foram identificadas seis invasões, segundo O Globo Economia.

A EW Info oferece cibersegurança!

Há anos no mercado proporcionando atualizações e cibersegurança para os clientes, a EW Info é a melhor opção para você navegar com segurança. Entre em contato!

E se você gosta de nossos artigos, continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
14/06/19 Segurança de Redes # , , , , , , , , ,

Recentemente, conversas entre procuradores da Lava Jato foram hackeadas e divulgadas pelo jornal Intercept Brasil. Veja como é a falha de segurança no SS7!


Entenda o que é Signaling System nº7

O SS7, também conhecido como Signaling System 7, é um protocolo de sinalização telefônica usado pelo mundo todo, pois é um intermediário entre diferentes redes telefônicas. Criado em 1975, esse protocolo não possui proteção ou autenticação, facilitando a integração de quem quiser se conectar à rede.

Além disso, a sinalização SS7 permite que as conversas não sejam interrompidas mesmo a longas distâncias, porém, pesquisadores sempre alertaram para o risco de hackers na rede e a possibilidade de visualização da localização e intercepção às informações dos usuários, segundo o site O Analista.

Como evitar os ataques

Você pode se prevenir de ciberataques de várias formas em seu smartphone e, entre elas, está a instalação de um software de segurança que alertará qualquer movimento suspeito em seu celular.

Outra forma é fazer simples ajustes nas atualizações, além da autenticação de dois fatores para impedir acesso indevido às contas. Já a configuração de biometria impede acesso pessoalmente e fraudes no cartão SIM.

Não clicar em qualquer link suspeito também é essencial, seja de redes sociais ou SMS, pois podem direcionar para sites maliciosos que tentarão instalar malware no sistema.

Conte com a EW Info para sua maior segurança

Dessa forma, jamais deixe de atualizar seus dispositivos e lembre-se que o Brasil é o país que mais recebe ataques no geral. Os aplicativos WhatsApp e Telegram têm formas diferentes de criptografia, por isso, invista seu tempo em ler os termos de segurança, pois, a criptografia do Telegram, por exemplo, não impede a empresa de ter acesso ao conteúdo do dispositivo.

As falhas do SS7 são conhecidas há tempos, porém, seu uso por hackers para lucrar veio à tona atualmente. Proteção nunca é demais na era digital. Atualize-se e conte com a EW Info! Garantimos o melhor serviço em cibersegurança!

Gosta de nossos conteúdos? Então continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
16/05/19 Segurança de Redes # , , , , , , , ,

A vulnerabilidade permite que hackers acessem dados dos aparelhos afetados apenas com uma ligação, mesmo que ela não seja atendida.


Entenda a gravidade da situação

A falha de segurança encontrada no WhatsApp é perigosa, pois não necessita de nenhuma ação do receptor para que seu celular seja infectado pelos hackers com spyware e para que eles acessem dados dos telefones, afetando os sistemas operacionais.

Por isso, o especialista em tecnologia da FGV, Arthur Igreja, considera este o maior escândalo de falha de segurança do WhatsApp. O aplicativo, porém, resolveu o problema lançando uma atualização em menos de 10 dias do caso, mas não informou o número de usuários afetados pelo ataque.

O que dizem os especialistas

O Financial Times e o New York Times relacionaram o tipo do ataque com uma empresa sediada em Israel chamada NSO Group, acusada de ajudar a espionar ativistas e jornalistas no Oriente Médio, pois o ataque tem semelhança com outros desta empresa.

O próprio WhatsApp recomendou a atualização do aplicativo, que é utilizado por 1,5 bilhão de pessoas.

“WhatsApp incentiva as pessoas a baixar a versão mais recente do nosso aplicativo, bem como manter em dia o sistema operacional do seu telefone, para se proteger contra possíveis ataques de segurança que visam comprometer as informações armazenadas no aparelho”

Porta-voz da empresa

A EW Info está sempre alerta!

Este problema no WhatsApp não é o primeiro, confira nosso artigo de um caso com o mesmo APP que afetou os usuários. Estamos sempre atentos para ajudá-lo. Lembre-se: manter seus dispositivos atualizados é essencial para evitar ataques cibernéticos.

Conte a EW Info para sua segurança tecnológica! Estamos há anos no mercado e proporcionamos o melhor serviço com o suporte necessário para nossos clientes. Venha tomar um café conosco!

É interessado em tecnologia e gosta de nossos conteúdos? Continue acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
22/02/19 Segurança de Redes # , , , , , , ,

Saiba mais sobre quais as atitudes dos seus colaboradores que oferecem riscos para a segurança das informações dos negócios


Ameaças internas nem sempre são propositais

Alguns colaboradores vazam informações intencionalmente com intuito de agir contra a corporação, porém, a maioria deles comete erros por descuido ou negligência em relação às regras. Quando o trabalho é repetitivo, diário e urgente (quando não é, certo?) diminui o cuidado no cumprimento de medidas preventivas, sempre com a ideia de que nada vai acontecer.

Assim, os colaboradores acabam usando programas não liberados pela TI da empresa, baixando arquivos não verificados, entrando em páginas inseguras e, uma hora ou outra, comprometem os ativos corporativos. Essa situação é difícil de identificar ou prevenir, já que as atitudes não são intencionais. Essa falta de controle coloca em risco a segurança de dados.

Como eliminar vulnerabilidades

A primeira medida é restringir os dados apenas para os profissionais que precisam deles para exercer seu cargo. Assim, programas específicos vão rodar em suas máquinas para protegê-las de eventuais perdas, essa medida também evita o trabalho de instalar todos os programas em todos os computadores.

É importante também fazer backups periódicos e atualizar esses sistemas de proteção, além de ser uma medida de segurança, melhora a performance da máquina e agiliza o trabalho.

Qual é a medida principal?

O principal a fazer nesses casos, é treinar os colaboradores. Além disso, quanto mais valiosos forem os dados, mais protegidos devem ser. Faça esse estudo. Os colaboradores devem ter ciência disso também, é da responsabilidade de cada um proteger as informações.

De forma personalizada, cada empresa deve ter um diagnóstico específico para sua segurança de acordo com sua forma de trabalho, entender os fluxos da receita ajuda a ver “o que deve ser protegido”.

Ademais, é importante treinar o olhar dos colaboradores para não acionarem o malware, por exemplo. Aqui tem dicas de como se prevenir de ataques de phishing e manter a segurança de dados.

Confie em quem entende

Então, confie na EW Info para manter sua empresa em segurança! Nós estamos há anos no mercado oferecendo segurança e solução em redes! Continue acompanhando nossos artigos para se manter atualizado!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
Matérias recentes