26/01/21 Tecnologia # , , , , , ,

A facilidade do Pix, novo meio de pagamento, tem sido bastante aproveitada pelos criminosos. Confira!

 

Tem que tomar cuidado com o Pix

Facilidade e praticidade é o que a maioria das pessoas buscam ao utilizar ferramentas no dia a dia. O Pix, um novo meio de pagamento instantâneo, foi criado exatamente para atender essa demanda. O Banco Central (BC) é o responsável por essa criação, que permite a transferência entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. Prático, rápido e seguro!

Porém, a facilidade na hora de usar tem influenciado na segurança. Afinal, já que o novo sistema permite fazer a transferência de maneira gratuita e rápida, não importa o dia e nem o horário, os criminosos conseguem sacar/movimentar o dinheiro rapidamente. Consequentemente, a vítima tem menos tempo de perceber que caiu em um golpe.

golpe pix

Freepik

Os golpes mais comuns

Nós sempre ficamos de olho nos golpes que estão acontecendo e com o Pix há alguns bem comuns:

-Golpe do WhatsApp

O golpe do Whats já é bastante conhecido pelos usuários. Nele, os criminosos “sequestram” a conta e a utilizam para pedir dinheiro aos amigos e familiares. A diferença é que agora o pagamento pode ser feito pelo Pix, ágil e certeiro!

-Falso bug no pix

Outro golpe é de um falso “bug” no Pix, na qual falsas mensagens são compartilhadas nas redes sociais dizendo ser possível ganhar “o dobro de dinheiro”, por conta desse suposto “bug”. Para funcionar, é preciso enviar dinheiro para chaves específicas. Quem transferisse o dinheiro receberia o dobro do valor de volta. Vale lembrar que essas chaves são de contas dos próprios golpistas.

 

Não dê bobeira!

Seja no golpe do Whats ou no “bug” do Pix, recuperar o valor perdido não é uma tarefa tão fácil. Cada banco avalia os casos para ver se a vítima tem direito ou não ao estorno do valor.

Antes, quando as transferências eram feitas por meio de TED ou DOC, havia um tempo de processamento, permitindo que as pessoas solicitassem o cancelamento junto ao banco. No Pix, não há como bloquear essa ação.

Ou seja!

-Desconfie se algum conhecido pedir dinheiro emprestado. Ligue para ele e veja se o pedido é realmente verdadeiro.

-A desconfiança também vale caso encontre uma proposta de ganhar dinheiro em dobro. Entre em contato com a instituição bancária, provavelmente ela estará preparada para informar sobre possíveis erros no sistema.

-Se você usa o WhatsApp, ative a autenticação de dois fatores. Para saber como se proteger, leia mais aqui!

 

E não esqueça, a EW Info possui soluções em segurança doméstica e empresarial. Entre em contato e proteja-se agora!

 

E se você quer ficar sempre atualizado, inscreva-se na nossa newsletter.

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
12/06/20 Tecnologia # , , , , , ,

Cibercriminosos têm usado o saque do FGTS como isca para obter informações

Não seja uma vítima!

Os golpes virtuais têm sido uma das grandes preocupações, principalmente em momentos como esse, onde os serviços digitais estão em alta e as informações são compartilhadas a todo momento para milhares de pessoas.

Sempre alertamos os nossos usuários sobre golpes e problemas de segurança. Um dos mais recentes é o do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que está circulando no WhatsApp e roubando dados pessoais de quem utiliza o aplicativo.

Funciona assim:

-O usuário recebe uma mensagem com o link para consultar se tem direito ao saque do FGTS.

-É necessário colocar os dados pessoais.

-Além disso, é orientado compartilhar a mensagem com outras pessoas, propagando ainda mais o golpe.

Cuidado para não ser uma vítima do golpe do FGTS!

(Imagem: Reprodução/dfndr lab)

Segundo o dfndr lab, laboratório de segurança digital da PSafe, foram identificadas mais de 90 mil vítimas.

 

Como não cair?

Este tipo de roubo de dados e informações é bem comum. O importante é manter-se atento em aplicativos como o WhatsApp, um do preferidos dos criminosos. Utilize soluções de segurança no celular que disponibilizem a proteção em tempo real contra sites maliciosos, aliás, nunca forneça seus dados pessoais para sites que não são considerados confiáveis. Desconfie quando algo envolva dinheiro ou brindes!

Atenção redobrada em links compartilhados nas redes sociais, muitos deles são golpes. Para confirmar se as informações são verdadeiras, acesse fontes oficiais.

Com segurança virtual não se brinca e nós podemos te ajudar nisso! Entre em contato e conheça nossas formas proteção e soluções em rede.

 

E não se esqueça de assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
16/04/20 Tecnologia # , , , , ,

Criminosos têm aproveitado a situação preocupante para coletar dados pessoais e aplicar golpes

 

Coronavírus e os golpes

Um dos assuntos mais comentados ultimamente é sobre o coronavírus e, infelizmente, muitos têm aproveitado a situação para aplicar golpes e pegar pessoas desprevenidas, já que a grande maioria está preocupada com a doença.

De acordo com o dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, mais de 2 milhões de brasileiros foram vítimas de golpes. A empresa detectou 19 golpes e seis aplicativos maliciosos, usando as pessoas como iscas. Normalmente o conteúdo promete um suposto benefício e direciona o usuário a acessar o link malicioso. Ou tem até alguns textos que mencionam testes para saber se o usuário está com o coronavírus.

 

Como fugir dos golpes?

1.Cuidado ao colocar as informações pessoais

Fique atento! Não forneça dados e nem clique em qualquer link por impulso. É nesses momentos que você pode disponibilizar as suas informações pessoais a um criminoso.

2.Analise a conversa

A maioria dos golpes hoje em dia chega pelo WhatsApp. Por isso, recebeu algum link ou conteúdo diferente? Verifique quem está mandando e pergunte sobre o assunto. Se vier de um endereço desconhecido, não clique. E isso vale também para e-mails!

3.Não baixe aplicativos por meio de links

Se você quiser baixar um app, procure-o na loja online do seu sistema operacional (Android ou iOS).

4.Vá direto na fonte

Tem dúvidas da veracidade daquele conteúdo? Antes de clicar em qualquer link, vá no site da empresa que alega e veja se as informações procedem. Ou, entre em contato com a companhia para saber se é fraude.

5.Seja esperto

Veja a linguagem que está sendo usada e a aparência da mensagem. Há erros de ortografia? O logo da empresa parece original? Esses detalhes podem ser percebidos por você. Além disso, só coloque os dados do seu cartão somente se for comprar algo. Uma promoção que dá algo de graça não vai precisar dessas informações, se precisar, é cilada!

6.Proteja-se

Sempre tenha um bom antivírus instalado, se ainda não tem, nós podemos te ajudar! Faça uma varredura no computador e no celular, para eliminar aplicativos espiões. Se forneceu dados pessoais, uma opção é fazer um boletim de ocorrência para se proteger e se deu o cartão de crédito, bloqueie imediatamente.

 

Todo cuidado é pouco

Com a quantidade de informações e conteúdos que recebemos diariamente sobre o coronavírus, é muito importante ficar atento ao que é verdadeiro ou não. Desconfie de links suspeitos e mantenha a sua segurança!

 

Gosta dos nossos textos? Então continue nos acompanhando, tem sempre novidade por aqui.

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
22/01/20 Antivirus , Segurança de Redes # , , ,

É preciso ficar atento com fraudes de boletos, pois o prejuízo pode ser grande.

 

Golpe à vista!

Se você nunca ouviu falar sobre o assunto, é melhor ficar atento! Afinal, o golpe é mais comum do que pensamos e como começo de ano muitas pessoas acumulam boletos para pagar, o cuidado deve ser redobrado.

É muito importante ficar atento antes de pagar um documento. Um malware pode estar instalado no computador do usuário, infectando-o. Dessa forma, quando um boleto é gerado na internet, o código de barras pode ser alterado para que o pagamento seja direcionado para o hacker. Por isso, ter um bom antivírus é fundamental! E a EW pode te ajudar a escolher um software de segurança ideal.

Mas, para que você fique ainda mais protegido contra esse tipo de golpe, confira algumas dicas!

1.Cheque os dados

Esse é um dos primeiros passos que você deve fazer antes de pagar um boleto. Cheque os dados, veja se os dígitos finais representam o valor do documento. Veja seus dados pessoais e busque por erros de português e formatação. Verifique também se os primeiros dígitos do código de pagamento condizem com o código do banco emissor.

2.Confira a origem do vendedor

Olhar a origem do vendedor também é importante. Caso emita um boleto de uma loja, por exemplo, pesquise sobre a reputação da empresa e até se o CNPJ é real. Aliás, existe um aplicativo da Receita para Android e iOS que te ajuda nisso, veja aqui.

3.Leitura automática

Prefira pagar seu boleto usando o leitor do código de barras da câmera do celular ou no caixa eletrônico. Quando é adulterado, o código de barras não é compatível e portando, ilegível.

4.Baixe o boleto no site do banco ou empresa

Opte por baixar o boleto sempre no site do banco ou empresa que está fazendo a cobrança. Quando receber por e-mail, se atente e duvide se o mesmo traz alguma mensagem como “urgente”.

 5.Verifique se o site é seguro

Ao acessar a página da empresa para baixar o boleto, certifique-se que o endereço começa por HTTPS. Páginas seguras tem o selo SSL, garantindo maior confiabilidade. Uma dica também é evitar se conectar em redes públicas, que facilitam ataque de hackers.

 

Todo cuidado é pouco. Então, depois dessas dicas, fique atento e proteja-se! Não esqueça de se inscrever na nossa newsletter e, claro, se você gosta dos nossos artigos continue nos acompanhando.

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
27/09/19 Segurança de Redes # , , , ,

É preciso ficar atento para não cair no golpe!


Como funciona?

Hoje em dia está cada vez mais comum ter os dados roubados e, dessa vez, o ataque é no Facebook. Um novo golpe de phishing rouba os dados por meio de perfis amigos. É isso mesmo! Os criminosos estão invadindo a rede social e usando a lista de amigos para mandar mensagens e convencer as pessoas a clicarem em links ou digitarem endereços de páginas falsas.

A conversa acontece no Facebook Messenger e induz que a pessoa abra o endereço enviado pelo “amigo”. O golpe foi divulgado pela Better Business Bureau e, segundo a companhia, a vítima recebe uma mensagem com o contexto “É você?”. A frase confunde o usuário, que pode ficar preocupado e curioso para abrir o link.

A partir disso, os criminosos usam a lista de contatos para semear diferentes estratégias de phishing. Os dados de acesso são captados e a conta pode ser utilizada para enganar outros usuários.

Sobre o phishing

O phishing é uma tática na qual os hackers usam mensagens para enganar as vítimas. O ataque pode ter alguns objetivos como roubar dados e instalar softwares maliciosos. Além das redes sociais, esse tipo de golpe também pode ser distribuído por e-mail e até sms. Leia mais sobre o assunto aqui!

Proteja-se do golpe de phishing!

Se tratando de segurança virtual, é sempre importante desconfiar quando links suspeitos são enviados para você. Mesmo sendo de um amigo, desconfie! Pergunte se aquela mensagem foi de fato enviada por ele.

E, no geral, tome cuidado com qualquer link ou mensagem suspeita. Na internet, todo cuidado é bem-vindo e a EW Info pode te ajudar! Se você busca segurança, competência e credibilidade em segurança da tecnologia, conte com a gente!

Gostou do nosso artigo? Continue nos acompanhando!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
15/02/19 Segurança de Redes # , , , , , ,

Fique atento para não ser a próxima vítima do golpe e avise as pessoas próximas. As doações para Brumadinho não são mais necessárias!


Em meio ao crime cometido em Brumadinho pela empresa Vale, oportunistas usam o WhatsApp para aplicar golpes em pessoas sensibilizadas pelo caso, e não apenas de uma maneira.

Correm pelo WhatsApp correntes com contas fakes pedindo doações para as vítimas com links que direcionam para páginas de depósitos falsas, que simulam as de órgãos oficiais do Estado Federal, enganando pessoas desatentas.

Diante de qualquer dúvida, as pessoas devem entrar no site da Defesa Civil de Minas Gerais. Se houve algo oficial neste sentido, lá será publicado. No restante, é um golpe sendo aplicado. Infelizmente, há pessoas que aproveitam essas situações para angariar algum tipo de benefício.

 Major Flávio Santiago, porta-voz da PM

As mensagens solicitam que a vítima compartilhe a mensagem a fim de “ajudar mais pessoas” em Brumadinho, o que gera um golpe em massa. Então, é importante não repassar qualquer mensagem desse tipo sem ter a confirmação de que a fonte pedinte é oficial.

Além disso, um outro tipo de falso anúncio circula pelo WhatsApp anunciando que a prefeitura está contratando profissionais da área da saúde. O objetivo deste, é conseguir dados pessoais das vítimas para aplicar um novo golpe.

O Ministério da Saúde emitiu o seguinte comunicado:

A prefeitura de Brumadinho não está contratando profissionais de saúde e nem mesmo recebendo doações em dinheiro. As informações que estão circulando nas redes sociais são falsas!

Fique atento a casos similares que circulam pela internet. Preste atenção ao que compartilha, cheque as fontes das informações e mantenha-se atualizado! É muito importante ajudar quem precisa, mas de maneira cautelosa. Até porque, já ocorreram outros crimes desse tipo pelo WhatsApp.

Não deixe de acompanhar nossos conteúdos. Estamos há mais de 15 anos no mercado preparados para atender nossos clientes da melhor forma!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
18/12/17 Segurança de Redes # , ,

Veja como esses criminosos atuam no período festivo!

O final do ano chegou! Com ele vem um período de festas, alegria, boa comida, passeios, presentes e descanso, livre de ransomware, certo? Errado! Os cibercrimosos não dão descanso! Na época das compras de finais de ano, sejam elas de serviços ou de produtos, esses criminosos utilizam algumas táticas para aplicar o golpe que pode prejudicar as suas festas e férias!

De acordo com pesquisa da Dimension Data – multinacional de tecnologia especializada em integração de rede, segurança e data centers – divulgada pelo portal UOl de Tecnologia, realizada com seus clientes em 58 países, estima-se que quem compra presentes online corre o risco de perder aproximadamente entre US$ 50 e US$ 5 mil ou entre R$ 160 e R$ 16 mil por golpe.

Nas compras físicas é comum escutar nesse período que devemos ficar atentos com as nossas bolsas, carteiras, falsas promoções e golpes de cartões premiados. Quando falamos do mundo virtual não é diferente. O objetivo do criminoso é ter acesso ao dinheiro da vítima.

Mas, como?

Na pesquisa da Dimension, há a previsão de que haverá aumento de phishing (golpe com isca) por e-mail, ataques de ransomware (sequestro de dados pessoais e arquivos digitais), trojans bancários (sites e e-mails falsos se passando por bancos), sites que oferecem ofertas fictícias, falsas notificações de entrega etc.

“Cartões de presente falsos, que podem levar o usuário a um site não confiável ou permitir o download de um arquivo que pode comprometer o dispositivo, também se tornarão mais predominantes” (Mark Thomas – estrategista de segurança da Dimension)

Ou seja, você pode ser atingido de inúmeras formas. Por esse motivo é importante tomar algumas medidas para que esse tipo de crime não venha a estragar seu momento de alegria e descanso.

 

Fique fora dessa! Se atente às nossas dicas!

1 – Compre de sites confiáveis. O amigo encontrou um site com grandes ofertas, mas ele não é conhecido? Fuja disso e olhe no ícone visível de cadeado no navegador para confirmar a criptografia. Porque isso significa que o website em que você está comprando é uma loja segura e confiável.

2 – Nunca use Wi-Fi público ao fazer compras online. É difícil resistir ao Wi-Fi, mas é melhor ficar sem internet por alguns instantes do que ter dores de cabeça depois.

3 – Tenha sempre seu antivírus atualizado e seguro.

4 – Desconfie de grandes ofertas. Nenhuma loja descente e confiável vai vender um produto por um preço inferior ao seu valor.

5 – Doações – quer doar para alguma instituição? Averigue sua procedência. Tome cuidado com histórias comoventes em redes sociais.

6 – Use o serviço de monitoramento de crédito para te alertar sobre possíveis problemas.

 

Essas foram algumas dicas que separamos para vocês! Nós da EwInfo estamos preparados e atentos para te atender caso você seja atingido por esse tipo de situação! Entre em contato conosco e comece o ano com segurança!

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
13/10/17 Segurança de Redes # , ,

Como sempre comentamos em nossa página, no mundo digital há muitos tipos de golpes. Desta vez o golpe é do boleto falso com as pessoas que compram um domínio na internet, mas a cobrança vem de outro organismo.

De acordo com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, em 2006, aconteceu os primeiros golpes de falso domínio da entidade responsável no Brasil, no caso a Registro.br

Naquele ano, os falsificadores eram da entidade intitulada nicregistro.com, que enviava boletos bancários para as empresas e pessoas com domínios registrados no Brasil. Os boletos eram semelhantes aos emitidos pela Registro.br para pagamento das anuidades referentes ao registro de domínio.

Os golpistas para disfarçar a falsificação, colocavam na instrução do boleto que o serviço era referente hospedagem e não ao registro do domínio, fazendo uso desse método para enganar as pessoas desse boleto e também na justiça. Declarando que o boleto é apenas uma proposta de hospedagem.

Segundo o portal codificar, esse golpe está se repetindo e utilizando diferentes marcas, como:

  • com
  • inf.br
  • br.com
  • com

 

Neste mês recebemos um boleto que segue os padrões comentados acima.

Alguns indícios que esse boleto é falso:

1 – Usam a logomarca do Banco da Caixa Econômica Federal, para disfarçar o golpe.

2 – Colocam um valor que não é cobrado pelo registro.br

3 – Colocam o domínio da empresa em questão para aumentar a confusão na cabeça de quem recebe esse o boleto.

4 – Tentativa de imitar um boleto da Registro.BR , com fontes similares e usando as palavras Registro e Brasil

Evite o GOLPE

Seguindo essas dicas, você poderá evitar cair nesse tipo de armadilha:

  • Entre em contato com a empresa que presta serviços na área de tecnologia e peça para o consultor verificar a veracidade do documento.
  • Verifique se a empresa que enviou o boleto é a Registro.br.
  • Confira se o valor do boleto é um dos cobrados pela registro.br.

E você já caiu na nessa armadilha ou em algo parecido? Evite esse tipo de situação tendo uma boa assessoria de TI em sua empresa! Entre em contato conosco e evite passar por esse tipo de situação.

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
Matérias recentes