11/11/20 Segurança de Redes , Tecnologia # , , , , ,

 De acordo com o dfndr lab, só em setembro foram 15 mil contas de WhatsApp clonadas por dia

 

A segurança do WhatsApp

Difícil quem não use o WhatsApp, não é mesmo? O aplicativo é uma das melhores ferramentas para se comunicar, fácil e prático. No entanto, a sua popularidade tem sido alvo de cibercriminosos. Entre as tentativas de golpe, a clonagem/roubo talvez seja a forma de ataque mais perigosa, afinal, coloca em risco os dados das próprias vítimas e o dinheiro de contatos próximos.

De acordo com o dfndr lab, laboratório de segurança digital da Psafe, só em setembro foram 15 mil contas de WhatsApp clonadas por dia. Normalmente, os ataques desse tipo envolvem métodos de engenharia social, onde os golpistas fingem ser representantes de serviços ou plataformas reconhecidas para obterem informações pessoais dos usuários.

Eles convencem o usuário a informar por telefone o código de seis números enviado por mensagem SMS, que é necessário para entrar na conta em outro celular.

As vítimas conseguem perceber na mesma hora que a conta não está mais disponível no aparelho, pois aparece uma mensagem de erro ao tentar acessar o app. Ou seja, a conta foi clonada. A partir de então, os criminosos fingem ser o usuário do número clonado e passam a mandar mensagem, para a lista de contato, pedindo dinheiro.

whatsapp

Freepik

Teve o WhatsApp clonado?

A recomendação do WhatsApp é realizar todo o processo de configuração do aplicativo do zero, como se estivesse usando pela primeira vez. Ao perceber a clonagem, apague o aplicativo do celular e faça o download novamente. Ao entrar, seu número de telefone será solicitado para que uma confirmação por SMS seja enviada.

Depois de receber o número, complete a verificação para fazer com que o WhatsApp volte a funcionar em seu aparelho. Esse processo também vai fazer com que sua conta deixe de estar vinculada ao celular do golpista. Você também pode entrar em contato diretamente com o suporte do WhatsApp em busca de auxílio.

Não esqueça de avisar a todos sobre o golpe, pedindo para que não respondam às mensagens enviadas supostamente por você.

 

Como se proteger? 

A melhor maneira para evitar cair no golpe da clonagem, é ativando a confirmação em duas etapas, que impede o acesso não autorizado mesmo quando a senha é comprometida. Para ativá-la, acesse o menu de Ajustes do WhatsApp e clique em “Conta”. Na sequência, escolha a opção “Confirmação em duas etapas” e clique em “Ativar”. Um código de seis dígitos e um e-mail serão solicitados.

Outra dica importante é alterar as configurações de privacidade para que sua foto de perfil seja mostrada apenas para seus contatos. Se precisar de suporte para um produto ou serviço, procure meios oficiais de contato, nunca passando informações, preenchendo cadastros e, principalmente, passando códigos de verificação sem antes verificar a veracidade do meio.

E lembre-se, se receber alguma mensagem estranha de alguém pedindo dinheiro, desconfie.

 

Gostou do nosso conteúdo?  Assine a nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
11/09/20 Segurança de Redes , Tecnologia # , , , , , ,

Essenciais para melhorar a experiência do usuário, os cookies agora devem estar mais evidentes

 

Afinal, o que são os cookies?

Provavelmente você já deve ter entrado em algum site e visto, logo no início, uma mensagem falando dos cookies. Mas, o que isso significa? Agora, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) prestes a entrar em vigor, isso estará ainda mais evidente para o usuário. Na informática, os cookies são uma espécie de códigos que te identificam na web.

Ou seja, ao acessar um site e aceitar tal código, essa página passa a te identificar e respeitar suas preferências, por exemplo, fazendo com que você não precise confirmar todas as vezes a sua idade sempre que visita aquela loja de bebidas alcoólicas. Há muitas outras funções, como identificar qual matéria você leu, se já assinou a newsletter, entre outras.

Os Cookies são essenciais para ajudar a tornar sua experiência online ainda melhor. Um outro ponto é que são usados também na publicidade digital. Quer saber como? Simples! Quando você pesquisa por algo específico, certamente verá banners sobre o produto procurado. As propagandas passam a ser direcionadas exatamente para a sua necessidade.

 

A regulamentação do uso de cookies

Antes, é interessante identificarmos os diferentes tipos. São eles:

  • De sessão: não coletam informações pessoais e são apagados, de forma automática, quando o usuário fecha o navegador.
  • Persistentes: utilizados para coletar as informações de identificação do usuário. São armazenados no computador até expirar ou até serem excluídos.
  • Maliciosos: é o tipo que mais incomoda os usuários, pois podem armazenar e acompanhar absolutamente toda a atividade online. Estes cookies também podem coletar dados e comercializar para outras empresas para fins publicitários.

Vale destacar que o usuário pode ou não aceitar os cookies, porém, não garante a segurança das informações. E isso também vale se você os excluir do computador, afinal, há outras formas de ser feita a monitoração de dados.

Esse é um dos motivos para a criação da Lei Geral de Proteção e Dados, a LGPD. O objetivo é regulamentar a forma como as empresas coletam dados em ambiente digital, pois antes estavam sendo pegos e utilizados sem o consentimento do usuário. Sendo assim, as empresas que utilizam cookies para reunir informações de clientes precisam se adequar à nova Lei.

A EW Info já está de acordo com a lei e seguindo todas as recomendações necessárias.

 

De olho na segurança digital

Nos tempos atuais, é muito importante agir em prol da proteção das informações, sejam elas pessoais ou empresarias. Todos estão vulneráveis à ataques cibernéticos, por isso é fundamental investir não só em segurança digital, mas também procurar se informar sobre o assunto.

Nós estamos à disposição para tirar qualquer dúvida e oferecer as melhores soluções para a sua proteção na internet!

 

E se você quer ficar sempre atualizado, inscreva-se na nossa newsletter.

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
12/06/20 Tecnologia # , , , , , ,

Cibercriminosos têm usado o saque do FGTS como isca para obter informações

Não seja uma vítima!

Os golpes virtuais têm sido uma das grandes preocupações, principalmente em momentos como esse, onde os serviços digitais estão em alta e as informações são compartilhadas a todo momento para milhares de pessoas.

Sempre alertamos os nossos usuários sobre golpes e problemas de segurança. Um dos mais recentes é o do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), que está circulando no WhatsApp e roubando dados pessoais de quem utiliza o aplicativo.

Funciona assim:

-O usuário recebe uma mensagem com o link para consultar se tem direito ao saque do FGTS.

-É necessário colocar os dados pessoais.

-Além disso, é orientado compartilhar a mensagem com outras pessoas, propagando ainda mais o golpe.

Cuidado para não ser uma vítima do golpe do FGTS!

(Imagem: Reprodução/dfndr lab)

Segundo o dfndr lab, laboratório de segurança digital da PSafe, foram identificadas mais de 90 mil vítimas.

 

Como não cair?

Este tipo de roubo de dados e informações é bem comum. O importante é manter-se atento em aplicativos como o WhatsApp, um do preferidos dos criminosos. Utilize soluções de segurança no celular que disponibilizem a proteção em tempo real contra sites maliciosos, aliás, nunca forneça seus dados pessoais para sites que não são considerados confiáveis. Desconfie quando algo envolva dinheiro ou brindes!

Atenção redobrada em links compartilhados nas redes sociais, muitos deles são golpes. Para confirmar se as informações são verdadeiras, acesse fontes oficiais.

Com segurança virtual não se brinca e nós podemos te ajudar nisso! Entre em contato e conheça nossas formas proteção e soluções em rede.

 

E não se esqueça de assinar nossa newsletter para ficar por dentro das novidades!

Ligue para a EW Info e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
29/03/19 Segurança de Redes # , , , , ,

Com a conexão cada vez maior entre usuário e dispositivos, fica mais fácil que os ataques por hackers cheguem até os usuários


Carro, geladeira, ar-condicionado, porta, alarme, cafeteira. Hoje em dia a internet está em tudo e não só as pessoas estão conectadas, como os móveis também. E melhor: facilitam o cotidiano dos proprietários, que não precisam fazer nem metade dos afazeres de antes, pois seus móveis fazem por eles!

A Internet das coisas (IoT), no entanto, por estar presente na maior parte da vida dos usuários, está sendo um alvo constante de hackers, já que a atualização de todos os dispositivos acaba sendo uma tarefa trabalhosa e deixa usuários vulneráveis.

O alvo está cada vez mais fácil

Com o aumento da conexão dos usuários, aumentaram as “portas” para acesso à privacidade. Assim, mesmo com toda a tecnologia wi-fi, firewall, antivírus e senhas complexas e biométricas, será que estamos realmente seguros?

Portanto, se abrimos canais para os invasores entrarem em casa, não há garantias completas de proteção. Sivan Rauscher, co-fundador e CEO da SAM, uma empresa de segurança de rede, diz que a maior parte dos dispositivos não possuem uma camada de autenticação tão profunda, então, eles podem ser facilmente acessados – até por quem o usuário não quer.

A empresa vem relatando muitos ataques repetitivos, principalmente de phishing, pois são fáceis de fazer e podem ser enviados para várias pessoas de uma só vez. E é claro que os hackers sabem disso, pois prezam sempre pela quantidade de pessoas afetadas e não por alvos específicos.

O phishing e o ransomware são uma maneira de atrair o usuário final a pressionar algo e simplesmente extrair dados e sua conta bancária.

Sivan Rauscher

Cuidado nunca é demais

Com o avanço da tecnologia e as facilidades que a conectividade oferece, é quase impossível controlar o impulso de adotar tudo o que o IoT oferece, mas lembre-se de ter prudência. Assim, quanto mais conectado, mais informações pessoais estão disponíveis na rede.

 

Conte sempre com a EW Info! Quando se fala em segurança da informação, se fala em EW.

Ligue para a EW Informática e fale com um dos nossos especialistas para uma consultoria para sua empresa sem compromisso – (21)3203-0368.

Conheça também nossos serviços em: Antivírus – Bit Defender e Segurança da informação

Entre em contato
e saiba como a EW Info pode te atender
ewinfo@ewinfo.com.br

no responses
Matérias recentes